Estímulos Sensoriais

criança cheirando uma flor

A estimulação sensorial pode ser feita através de brinquedos sensoriais e até mesmo das texturas exploradas ao redor e ao longo do dia a dia de um bebê. Desde o nascimento até os seis anos de idade, as crianças têm uma grande capacidade de absorver e reter novas informações como se fossem uma “esponja”.

A estimulação sensorial é uma espécie de terapia para o desenvolvimento infantil e ajuda a potencializar a descoberta do mundo através dos cinco sentidos. A visão, o tato, a audição, o paladar e o olfato, assim como o movimento e o equilíbrio, precisam ser trabalhados e estimulados durante a primeira infância, pois ajudam no desenvolvimento motor, social e cognitivo. Os sentidos são a primeira porta de descoberta e conhecimento do mundo dos bebês e das crianças.

Quando as sensações das crianças são estimuladas através de brinquedos sensoriais, ajudamos a despertar o desejo de aprender, bem como o desenvolvimento cerebral e cognitivo do seu filho.

Brinquedos sensoriais podem também auxiliar na expressão de seus sentimentos, através por exemplo de cheiros familiares, texturas calmantes para o momento em que um bebê está agitado ou em crise de choro e até mesmo alguns sabores que lhe deem prazer ou que o façam descobrir uma sensação ruim.

Podem também ajudar no desenvolvimento da fala através de estímulos sonoros diferentes e de um vocabulário mais extenso.

Além de ajudar também na socialização e interação com outras crianças, afinal, qual a criança que quer chegar no quadrado de areia do parquinho e não ter a coragem de sentar, brincar e interagir sem ter aflição da areia? Quanto mais cedo os bebês são expostos a estas texturas, mas fácil lidar com situações que apresentem texturas diferentes, como também, quando começam a escola e já estão familiarizados com a cola e a tinta por exemplo. A parte de chegarem na escola já felizes em manusear essas texturas, estão muito mais aptos para explorar seu lado criativo e lúdico.

Podemos então dizer que os estímulos sensoriais depositados na criança desde cedo são como as ferramentas mentais que ela terá disponível para usar no futuro.

O melhor de tudo isso, é que brinquedos sensoriais, além de estimular os sentidos, são na maioria das vezes baratos de se comprar e o melhor ainda, muito fáceis de fazer, assim você mesmo pode criar experiências sensoriais que tornem o momento leve e divertido, e fique atento para não se preocupar com a bagunça e a sujeira que poderá acontecer em função destas brincadeiras.

A baixo listamos algumas opções de brinquedos sensoriais que podem ser feitos com materiais corriqueiros, facilmente encontrados na sua casa, e que irão estimular e muito os sentidos do seu filho:

• Brincadeiras com gelatina, como esconder forminhas, frutinhas plásticas entre outros pequenos objetos, instiga a curiosidade da criança de colocar a mão dentro do pote de gelatina para buscar o brinquedo, com isso, ela experimentou com o tato uma nova textura, sentiu com olfato um cheiro diferente, enxergou com a visão uma cor diferente e até mesmo sentiu com seu paladar um sabor totalmente novo.

• Massinha de modelar ajuda também na familiarização com texturas, além de auxiliar no desenvolvimento da coordenação motora.

• Bacias com água podem ser utilizadas para acentuar a imaginação das crianças. Como por exemplo, coloque objetos na água e adivinhe com a criança quais irão boiar ou afundar. Podemos também brincar com a temperatura da água o que também ajuda a exercitar os sentidos. Fazer bolhas de sabão também é uma atividade mágica.

• Caixas sensoriais são ótimas para os pequenos brincarem e descobrirem novas texturas. Vale colocar um pouco de tudo que tenha ao seu redor e não ofereça risco ao seu bebê. Pedaço de pano, algodão, pedaços de papel de lixa, esponja, arroz, feijão, areia, farinha, macarrão, entre mil outras coisas ao seu redor podem tornar a brincadeira ainda mais divertida.

• Brincar com diferentes sons também é uma ótima maneira de estimular a audição de forma divertida: coloque os sons da natureza, de animais e onomatopeias para a criança ouvir.

• Mude um pouco o ambiente, tentando deixar as luzes mais baixas e aproveite para contar uma história de maneira diferente e curiosa.

Ao criarmos estes brinquedos sensoriais em casa, geramos momentos de profundo prazer e descontração e afirmamos que se aprende e muito brincando em casa com materiais e coisas do nosso dia a dia. Além de colaborarem no fortalecimento do vínculo entre os pais e os filhos.
Conhecer mais sobre o mundo ao seu redor e suas diferentes formas ajuda a criança a se auto descobrir, contribuindo para que ela se aceite e goste de si mesma como é.

AutoraCarolina Julião Noto, pedagoga e neuropsicóloga, especialista em educação infantil com mais de 12 anos de experiência no Brasil e no exterior. Idealizadora da Play2grow. Aprenda brincando sem sair de casa através de estímulos sensoriais .

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *