Música Infantil: vitamina para o corpo e a mente das Crianças

A música é um dos recursos mais eficazes para ajudar no desenvolvimento de uma criança. Todas as pesquisas recentes confirmam uma lista enorme de benefícios que a exposição à música infantil pode trazer desde o nascimento até a idade escolar.

Recentemente, neurocientistas da Universidade do Sul da Califórnia confirmaram, em uma pesquisa que durou cinco anos, o enorme impacto positivo que a música tem no desenvolvimento de nossas crianças.

Um dos pontos a destacar é o quanto a música favorece o desenvolvimento do sistema de processamento auditivo central. Muitas crianças em fase de alfabetização têm apresentado dificuldade de aprendizagem e o diagnóstico acaba fazendo referência a questões relacionadas a esse aspecto. Identificar, filtrar e selecionar o som acaba por se tornar um desafio para muitas crianças que crescem em ambientes muito barulhentos ou com excesso de estímulos. E que notícia melhor poderíamos nós pais receber do que saber que a música pode ajudar também na prevenção de problemas de aprendizagem no futuro?

Em cada fase do desenvolvimento infantil a música tem um papel, todos sempre essenciais para um crescimento saudável.

Música nos primeiros meses de vida

Mesmo ainda não estando prontos para reconhecer a letra, os bebês são capazes de reconhecer o ritmo de uma música que ouvem com frequência. Evite música alta e também a mistura de sons simultâneos, como brinquedos, TV e música todos sendo tocados ao mesmo tempo. Aproveite o ritmo de músicas suaves para incluir palavras relativas ao cotidiano da família, como mamãe, papai, banho e outros termos que logo farão parte do vocabulário do seu filho.

Música no cotidiano de crianças de 1 a 3 anos de idade

Nessa fase a música já tem seu papel ampliado. O desenvolvimento da linguagem, da expressão corporal, do equilíbrio e da coordenação motora são altamente favorecidos por um ambiente musical. A dica para essa fase é usar e abusar da repetição. Não, seu filho não se cansa da mesma música. Ao contrário, a ansiedade vai embora e ele fica livre para focar nas palavras que está ávido por aprender e memorizar. Incentive as palmas e aproveite para dar na mão da criança objetos que ela possa usar para tentar acompanhar o ritmo ou reproduzir o som.

 Música e a fase pré-escolar

Fase em que a criança adora cantar. Quanto mais rico for o repertório a que ela tem acesso, maior será suas possibilidades de enriquecer seu vocabulário e sua memória. Em curto espaço de tempo tudo isso ser traduzirá em maior facilidade para leitura e comunicação. O que atrai crianças na idade pré-escolar são as músicas infantis que passam de geração para geração e aquelas que incluem a indicação para movimentos, como bater as mãos, apontar para alguma parte do corpo etc.

Autoras: Tais e Roberta Bento – Fundadoras do SOS Educação

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *